Domingo, 20 de Abril de 2008

GRANDE MARCHA DE LISBOA 2008

 LISBOA DE CAMÕES, VIEIRA , PESSOA.....

..........E OUTROS NOMES DE PROA

É  com grande honra que tenho o prazer de apresentar pela primeira vez em público,  o poema e a música vencedora do concurso para a grande "Marcha de Lisboa de 2008".

Sinto-me sensibilizado pela distinção com que os autores me agraciaram, ao aceitarem o meu pedido.

Para realçar esta obra fiz este singelo video-clip, como preito de homenagem aos seus autores.

Devo no entanto informar que no caso do poema é a versão final, mas no que respeita à música e à interpretação, esta gravação  foi somente a base  para  apresentação a concurso, pelo que haverá decerto uma orquestação final.

Letra de: José Luís Gordo

Música de:Professor Arménio de Melo

Voz: Vanessa alves

 

  

 

 

Nota: Este composição está protegida por direitos autorais, pelo que é proibida a sua reprodução, sem autorização expressa dos autores. No entanto o poema pode ser transcrito somente para efeitos de divulgação.

 

MARCHA DE LISBOA 2008

Lisboa de Camões, Vieira e Pessoa

 

Letra de: José Luís Gordo

Música de: Arménio de Melo

 

 

Das varandas e janelas

Dos telhados encarnados

E o Tejo cheio de estrelas

Nos olhos dos namorados

E no Chiado janota

Sentado na Brasileira

Lá está falando Pessoa

No Padre António Vieira

 

                              refrão

 

                             

                             

                              Olá Lisboa                           

                              Cidade das sete colinas

                              Do Camões e do Pessoa

                              De tantos nomes de proa

                              E das antigas varinas

                              Olá Lisboa

                              Dos poentes cor-de-rosa

                              Da sua Sé já velhinha

                             Tão perfeita e tão formosa

                             Cidade mulher rainha

 

Dos amores e ilusões

Da saia Augusta e garrida

Do Terreiro de paixões

Da Liberdade da vida

De espelhos feitos de mar

Senhora de Fado e saudade

Onde Alfamas se penteiam

Seis letras, nome, cidade

 

                            refrão

 

                            Olá Lisboa

                            Dos poentes cor-de-rosa

                            Da sua Sé já velhinha

                           Tão perfeita e tão formosa

                            Cidade mulher rainha

Contacto com o autor: clicando aqui
música: Lisboa de Camões, Vieira e Pessoa
publicado por Vítor Marceneiro às 01:15
link do post | comentar | favorito
15 comentários:
De Tania Angelino a 5 de Maio de 2008 às 13:13
Boa Tarde
Sou marchante da marcha da BICA e passei para dizer que a letra e a música está mesmo muito popular uma marcha que fica no ouvido e que dá gosto cantar.
PARABÉNS!!!
De Carla Duaret a 7 de Maio de 2008 às 17:21
Parabéns a todos aqueles que deram vida a esta maravilhosa musica de Lisboa. Sou marchante de CARNIDE e digo que nunca, nos ensaios, se cantou com tanta alma e emoção uma musica de Lisboa. É de encher cada x mais o peito de orgulho por pertencer a estas festas...ainda mais no meu caso porque faço anos no dia da Avenida e não poderia receber melhor presente que descer por ela cantando esta bela musica e gritando .. YE YE YE CARNIDE É QUE É....mais uma x parabéns e boa sorte a todas as outras marchas!
De Vítor Marceneiro a 8 de Maio de 2008 às 10:46
Cara Carla Duaret (invertendo o e e o t, seria Duarte como eu)
Que contento que fico por saber que a juventude vê este blog e que aprecia a divulgação do nosso património cultural.
Vivam todas as Marchas
Vivam os Marchantes
Vivam os autores
Viva o saudosos Norberto de Araujo
Viva Lisboa
De Anónimo a 21 de Maio de 2008 às 01:03
Peço imensa desculpa pelo lapso no meu nome de que tanto me orgulho. Folgo em saber que partilhamos o mesmo apelido.
Agradeço a resposta ao meu comentário e se me permitir gostaria de o aconselhar a divulgar o blog pois eu pessoalmente só o descobri durante uma pesquisa sobre a tão bela musica de Lisboa, acredite muitos mais jovens viram visita-lo e, com toda a certeza, aumentar a sua cultura sobre a nossa terra pois somos cada vez mais aqueles que se orgulham das nossas tradições e querem fazer parte delas.


Viva a nossa Lisboa e a sua beleza de encantar!
De pedro reis a 25 de Maio de 2008 às 23:12
ola boa noite sou marchante da marcha da madragoa ha 5 anos nu nca me lembro de uma letra tao linda como esta ..o autor e meu vezinho e meu tio jose luis gordo ta de parabens
De santos a 29 de Maio de 2008 às 02:06
a musica esta muita bem escrita mas no meu ver não é a melhor dos últimos anos, as musicas dos dois anos anteriores também ficam no ouvido e são alegres, mas a melhor para mim é de 2003 Lisboa branca cidade, essa sim e uma das letras mais bem escritas e mais bonitas que alguma vez irá existir , mas a deste ano também esta de parabéns , e viva as marchas de Lisboa
De Julia Guerreiro a 30 de Setembro de 2008 às 19:00
Lamento discordar da sua opinião. Gostaria de contactar consigo para trocarmos impressões. Se isso fôr possível, por favor identifique-se. Eu já o fiz.
De Nuno Monteiro a 1 de Junho de 2008 às 14:11
Boa tarde ,somos pai e filha e vamos na marcha de S.Vicente,que para nós é uma honra cantar uma marcha de lisboa tão linda como esta,estaremos no pavilhão e na avenida para arrebentar. beijos e abraços para todos.
De Vítor Marceneiro a 1 de Junho de 2008 às 21:38
Amigo Nuno
Meu pai e minha mãe também foram marchantes. Parabéns o pai e a filha é muito bonito, é o nosso povo na sua essência.
Gostria imenso de fazer a cobertura de um ensaio de uma marcha, ouvir os seus elementos, mas ...enfim... infelizmente até nas bases há burocracia, gosto de fazer mas mendigar é que não.
Terá que ficar uma em primeiro lugar, para mim, ganham todas e ganha a nossa Lisboa.
Um abraço
Vítor Marceneiro
De armando maciel a 6 de Junho de 2008 às 18:44
Caro amigo...parabens pelo trabalho neste blog...gostei do trabalho que fizeste e da tua boa disposição....ate sempre....armando
De Vítor Marceneiro a 8 de Junho de 2008 às 20:09
Caro Maciel
S. Vicente vais ganhar (embora eu ache que todos ganham porque ganha a nossa querida Lisboa) Gostaria de Filmar uma actuação vossa, que houver depois do dia 13, com os trajes e os arcos, se concordarem é claro, agradeço me indiquem.
Combinado... Força
Um abraço Fadista, Bairrista e Lisboeta
Vítor Marceneiro
De armando maciel a 9 de Junho de 2008 às 12:10
caro Vitor

a marcha foi valente no pavilhão, embora os nervos tenham atrapalhado alguns marchantes o que comprometeu uma boa classificação, pois a marcha é alegre e muito rápida com desenhos de marcação não muito fáceis para eles.
Vamos estar no dia 10 de Junho na Voz do Operário para uma última mostra, desta vez para o bairro...é muito alegre esta mostra ao bairro, pois estão todos com a sua marcha e sem nervos...
Vai ter lugar á noite no mesmo local de ensaios...vale apena!
um abraço...
Armando
De Vítor Marceneiro a 9 de Junho de 2008 às 14:39
Maciel
A que horas vai ser. è que vou cantar à Mouraria a partira das 22 Horas, mas acho que dá para intercalar.
o meu mail é fadoemmovimento@sapo.pt, espero uma resposta.
Uma abraço
Vítor
De Catarina Monteiro a 9 de Junho de 2008 às 20:06
A nossa marcha é lindaaaaa....
Estivemos muito bem, fomos,somos e seremos a maior.
As roupas,os arcos, estava tudo bastante bonito!!!
Tivemos uma entrada linda, apesar dos nervos e de choros antes de entrar...
Somos os MAIORES E OS MELHORES!!!
S.Vicente é lindo...!!!
Um grande beijo para todos os marchantes da marcha.
De bruno murias a 13 de Junho de 2008 às 23:12
sou da marchante da madragoa desde 2003 com muito orgulho e muito amor e paixao.. esta musica de lisboa foi das melhores que ja ouvi e tive prazer de cantar este ano.. os parabens ao autor..
sempre madraga ;)

Comentar post

Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Dezembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

feira da ladra

fernando farinha

fernando maurício

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

patriarca do fado

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags