Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Euclides Cavaco - Poeta e declamador, Amante do Fado, de Alma e Coração

EUCLIDES CAVACO , nasceu em Seixo de Mira, distrito de Coimbra onde concluiu a instrução primária.

Devido às carências económicas de então não lhe foi possível ingressar de imediato, como desjava,  nos estudos secundários.

Contudo a sua vontade de estudar era manifesta, por isso ainda muito jovem decidiu  ir para Lisboa a fim de conciliar o seu grande sonho de estudar, anseio que consumou   tendo assim concluído  em Lisboa o curso geral dos liceus e frequentado posteriormente os estudos superiores. 
Euclides Cavaco começou a escrever poesia nos seus anos académicos e dela tem feito  uma constante da vida.

Incondicionalmente apaixonado pelo FADO, foi talvez no FADO que encontrou a sua inspiração maior.

Por ele nutre uma transparente admiração consagrando-lhe grande parte da sua obra.

Em 1970 num impulso de aventura optou por se radicar  no Canadá, onde continua a residir.

No Canadá concluiu o curso em Gestão Administrativa e alcançou o estatuto de empresário.  

Em 1974 com  um grupo de amigos funda o programa de televisão Saudades de Portugal, de cujo foi apresentador.

Em 1976 é nomeado Comissário Público pelo Governo do Ontário.

Em 1980 liga-se à criação da RÁDIO VOZ DA AMIZADE, de que é director  e locutor   mais de 26 anos.

 

Euclides Cavaco acaba de lançar o seu quinto  livro de poesias, a que deu o título de HORIZONTES DA POESIA.encontra-se em Portugal, e já foi convidado a fazer várias apresentações  da sua obra em diversas cidades do país.

                 

  

A obra de Euclides Cavaco, é resumidamente a tenacidade de mais de 37 anos dedicados à divulgação da Língua e Cultura Portuguesa no mundo, dignificando com convicção patriótica o nome de Portugal da Nossa Gente e da nossa história.  

Pelo mérito da sua obra tem recebido diversas distinções honoríficas entre as quais se destacam:  

Condecoração oficial com a medalha de honra pelo Governo Federal do Canadá em 1992. 

Agraciado com a medalha e diploma de reconhecimento pelo Ministério da Cultura Canadiana em 1993.

Premiado com o PRECOM da literatura em 2000 na cidade de Toronto. 

Destacado pelo “ Free Press” numa edição especial em Maio de 2000 como  “ The King of Little Portugal” .

Homenageado pela Assembleia da República Portuguesa com a medalha de mérito em 2001. 

Em 2003 recebe o troféu por dedicação comunitária  “John McKenna Award”

Distinguido com o troféu Prestígio e Dedicação das Comunidades Portuguesas pela revista Portugal em 2004.

Certificado de Mérito em 2005 pelos 25 da Rádio Voz da Amizade - CHRW

1º prémio no concurso literário da Associação Cultural Poética Mensageiro da Poesia em Maio de 2006.

Em 2007 é um dos 10 poetas convidados a fazer parte da obra : 10 rostos da poesia Lusófona no mundo, ainda em 2007 volta a ser-lhe atribuído o 1º prémio literário pela  Associação Poética Mensageiro da Poesia. 

O seu género poético tem atraído a admiração e preferência de diversos intérpretes do FADO, da canção e das baladas. Mais de 120 temas seus já foram  gravados em CD. (Alguns estão disponíveis e audíveis na sua página)  

Editou também já 5 CDS com  mais de 70 récitas suas e assina diversas rubricas de poesia publicadas em conceituados jornais e revistas  e,  mantém  participação activa em muitíssimas  páginas na Internet.

Continua a recitar poesia  com grande convicção Lusíada nas frequentes aparições e entrevistas concedidas à rádio , TV  e nos espectáculos para onde é convidado ,  procurando glorificar sempre  o nome de Portugal e

DESTE POVO QUE NÓS SOMOS.

 

OBRAS DO AUTOR :

 

PEDAÇOS DO MEU PAÍS

VOZ DA ALMA

ECOS DA POESIA

NATAL DA DIÁSPORA

RETALHOS DE FADO

QUANDO O MEU CANTO É POESIA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Livros electrónicos:

TERRAS DA MINHA TERRA

RETALHOS DE FADO

FADO É A ALMA PORTUGUESA

PASSATEMPOS EM VERSO

 

Euclides Cavaco tornou-se recentemente sócio da A.P.A.F. -Associação Portuguesa dos Amigos do Fado.

 

Nota de destaque:

No próximo Sábado dia 2 de Maio, Euclides Cavaco recebe o colar da Ordem Nacional dos escritores pelas mãos do seu presidente o Dr. José Verdasca.

 

 Poema dito pelo autor

 

ALMA DO FADO

 

Fado...

Meu fado amigo

Fado triste e magoado

P’las tristes penas da vida.

Ai...quantos silêncios

Comungas comigo

Por às mágoas dares guarida

Na tua alma de fado...

 

                                                     Fado

                                                     Meu fado confidente

                                                     Dos momentos de solidão

                                                     Meu fado feito gente

                                                     Que sentes no  peito

                                                     A dor e a agonia...

                                                     E com emoção

                                                     A transformas com teu jeito

                                                     Em suave melodia

                                                     Que mitigas docemente

                                                     Nos versos duma poesia...

 

Fado

Meu refúgio e acolhimento

Que a alma sabes abrir

Para à angústia dares alento.

 


Contacto com o autor: clicando aqui
Viva Lisboa: Honrado com este amigo
música: Poema Alma do Fado
publicado por Vítor Marceneiro às 19:33
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

feira da ladra

fernando farinha

fernando maurício

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

patriarca do fado

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags