Domingo, 2 de Março de 2014

LUÍS RIBEIRO - Guitarrista

Luís Manuel Ribeiro, nasceu em Bragança, a 2 de Dezembro de 1953.
Desde muito cedo ficou a gostar da sonoridade da guitarra, porque seu pai tocava o instrumento.
O pai estava no negócio das madeiras (Serração Ribeiro), e um dia um “guitarreiro” de Bragança precisando de um determinado tipo de madeira, que este tinha em stock, quis negociar a sua aquisição. O Sr. Ribeiro, logo ali viu a possibilidade de ter um instrumento em casa, e assim, propôs ao “guitarreiro”, dar-lhe a madeira que ele necessitasse, mas em pagamento, queria uma guitarra para ele, o que este aceitou.
E assim o jovem Luís lá foi dedilhando na guitarra, com a ajuda do pai e de um vizinho que também tocava, o Sr. Adérito, com quem aprendeu a afinar o instrumento, e sempre que podia ensaiava, e ia aprendendo de ouvido os Fados mais conhecidos na época.
Tirou o Curso Industrial de Electromecânica, e em 1972 veio para Lisboa, sendo admitido nos quadros da Portugal Telecom, onde se manteve até se reformar em 2002.
Em Lisboa esteve dois anos sem tocar na guitarra. Certo dia um patrício levou-o a frequentar a Casa de Trás-os-Montes, onde conheceu uns senhores do Ousilhão, que eram primos dos Cancelas, e que tinham lá umas guitarras, tendo conhecido através deles, um senhor já de certa idade, que dava aulas de guitarra, que o entusiasmou, levando-o de novo ao contacto com a guitarra, e a aprender com mais rigor.
Com um amigo alentejano que tocava viola, começaram a reunir na Casa de Trás-os-Montes, todas as terças-feiras, para ensaiar, mas a partir de certa altura, os ensaios passaram a ser noites de Fado, tendo levado, a que a Casa de Trás-os-Montes, vivesse um período áureo, uma vez que às terças-feiras passou a registar grande afluência, o que constituiu para ele uma grande e valiosa experiência.
Segue-se o ritual de começar a frequentar as Casas de Fado, e passado pouco tempo começou a ser convidado para acompanhar alguns fadistas, e raro era o fim de semana que não frequentasse o “fado vadio”, onde tocava, e passou a ser apreciado, tendo tocado para amadores e muitos profissionais.
Foi também na Casa de Trás-os-Montes, que conheceu o Rodrigo, tendo-se tornado amigos. Nessa altura o Rodrigo para além da sua casa de Fados em Cascais, o Forte D. Rodrigo, tinha muitos espectáculos e havia necessidade de, quando ele saía, ficar alguém a assegurar o acompanhamento dos fadistas ali contratados, e assim o Luís Ribeiro lá se manteve durante cerca de 3 anos.
Seguidamente foi contratado por Fernando Martins, ex-presidente do Benfica, e dono do Hotel Altis, para tocar no restaurante do hotel todas as noites, das 21 horas à meia-noite, para acompanhar os artistas que iam sendo convidados, tais como, Lenita Gentil, Simone de Oliveira, Maria Valejo, Maria do Espírito Santo, e muitos outros, tendo estado ao serviço do hotel cerca de 5 anos.
Seguiu-se uma breve passagem pela Casa da Simone, tendo passado a ter “agenda solta” acompanhando os mais variados fadistas.
Tocou também em vários programas de televisão, de que se destacam o “Bravo Bravíssimo”, “Diogo Infante” e “Chuva de Estrelas”, para além de outros.
Foi guitarrista de Amália Rodrigues, que começou a acompanhar em 1970, precisamente no dia do seu aniversário, num espectáculo em Santiago de Compostela.
Manteve-se com Amália durante 5 anos, tendo feito espectáculos com ela por quase todo o mundo.
Continua a tocar quer em espectáculos, quer em gravações, para praticamente todos o artistas.
Luís Ribeiro também tem também como “hobbie”, a construção de guitarras portuguesas, já fez duas, mas para seu uso próprio.
Em 1994 fui o produtor do CD “Alfredo Duarte Júnior – 50 Anos de Fado” (meu pai) onde tive o prazer de ter trabalhado com ele, e onde melhor o passei a conhecer, julgo mesmo que nasceu um sentimento de amizade entre nós, e é com o Luís Ribeiro e com o Jaime Martins que actuo, sempre que tenho algum espectáculo.
De há uns anos para cá, que praticamente quase todas as Quintas-Feiras nos encontramos na “Nini” em Campolide, onde há grande noites de Fado.
Para além de grande artista, quero e devo realçar, a sua maneira de ser, uma vez que no mundo “conturbado do espectáculo”, não se lhe conhecem inimizades, sendo um homem sempre bem disposto e pronto a colaborar com quem lhe solicita, os seus préstimos.
Luís Ribeiro tem um filho, o David Ribeiro,  que também toca guitarra portuguesa, e como quem sai aos seus não  degenera, também é um jovem muito correcto de uma simpatia extrema, que não tenho dúvidas  que a curto prazo será um grande guitarrista como o pai, como se pode verificar no vídeo que eu produzi, em que pai e filho tocam com o nosso comum amigo e grande violista Jaime Martins.

 

 

 

Contacto com o autor: clicando aqui
Viva Lisboa: Grande músico
música: Vira de Frielas
publicado por Vítor Marceneiro às 18:00
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Armindo Rosa a 27 de Março de 2009 às 13:40
Caro Vitor

Merecida homenagem.
O teu blogue ficaria incompleto, se não publicasse a estória do nosso amigo Luis Ribeiro, que além de ser um eximio guitarrista, é também um homem humilde, que despreza a vaidade, com quem dá gosto conviver.
Pessoas como o Luis Ribeiro, dignificam o Fado.
Um abraço para ti e para ele.
Armindo Rosa
De MLeiria a 28 de Março de 2009 às 10:18
Ah, Fadista!
Bravo!
Quero mais.
Beijinho
OP

Comentar post

Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Site Portugues
Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

bairros de lisboa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

feira da ladra

fernando farinha

fernando maurício

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags