Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Vítor Duarte em Post no Fadistas com eu.

 

 Este é o primeiro disco que gravei para a Estúdio em 1992

 

Fui homenageado com um post sobre a minha actividade no Fado e um video-clip em que canto o tema Bairros de Lisboa com letra de Carlos Conde e música do Fado Pagem de Alfredo Marceneiro.

É autora do blogue a minha querida amiga Ofélia,   quem gosta de Fado não deve deixar de o visitar, pois é construido por alguém que sabe muito de Fado, e embora não cante, é uma grande fadista de alma e coração.

Obrigado Ofélia

 

http://fadistascomoeusou.blogspot.com/

 

veja também da mesma autora

 

http://olhai-lisboa.blogspot.com/

www.fadocravo.blogspot.com

Contacto com o autor: clicando aqui
música: canto Bairros de Lisboa
publicado por Vítor Marceneiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De MARIA JOSÉ PRAÇA a 9 de Outubro de 2009 às 00:31
... NÃO QUERO ENTRAR EM DESPIQUE / MAS SE O QUISESSE FAZER / SERIA CAMPO D'OURIQUE / O PRIMEIRO A ENALTECER ...

Beijinhos. Eu.
De Fernando Batista a 9 de Outubro de 2009 às 01:20
uma homenagem bem merecida , aliás
De Nunes Ribeiro a 9 de Outubro de 2009 às 16:09
Parabéns, até que enfim que alguem se lembrou que também cantas e que tens história no Fado.
Nunca foi realçado pela positiva a exaltação que fazes aos teus, esquecendo (embora disso te acusem) de te promoveres. Muita gente não sabe (perdoa que o diga), o que e quanto custa manter este trabalho.
Continua miúdo melhores dias virão.
Um abraço do
Nunes Ribeiro
De MLeiria a 9 de Outubro de 2009 às 19:52
Que responsabilidade, esta relevância que o meu amigo acaba por me dar neste post ... que não posso deixar de agradecer e, mais do que isso, manifestar-lhe o meu agrado e a minha consideração porque, e embora eu já o esperasse, o Vitor foi dos poucos notáveis que teve esta atitude de grande lisura e tb. educação... obrigada!
É certo que sou sua amiga e que, embora não cante, sou fadista de alma e de coração, mas que saiba mtº de Fado, isso é que não; não o digo por falta modéstia; a verdade é que considero que muito pouca gente sabe muito de Fado e cada vez há menos gente a saber de Fado... por força o meu amigo saberá, que nasceu a ouvir fado, que teve bons mestres e nem necessitava sair de casa para ir à "escola"; de resto, como outros que cresceram tb no meio do fado, mas os "depois" é que são o diabo e fazem a diferença...
Abraço todo fadista!
De Vítor Marceneiro a 9 de Outubro de 2009 às 21:24
Querida amiga Ofélia
A nossa amizade, o nosso amor ao Fado é reconhecido, eu até estou em falta, porque já deveria ter feito uma página sobre si.
O Fado deve-lhe muito, a honra de merecer a sua amizade é toda minha.
Bem Haja
Beijos Fraternos
Vitó
De Ana Mestre a 9 de Outubro de 2009 às 20:25
Neto de quem é....só podia ser fadista...
O fado não se aprende, nasce connosco, quem aprende a cantar fado e canta sem o sentir não é fadista verdadeiro...
O verdadeiro fadista arrepia-se a ouvir as guitarras ....e sente-se na voz.

Parabéns

Ana Mestre
De Vítor Marceneiro a 9 de Outubro de 2009 às 21:12
Queriad amiga Ana Mestre
Queria dizer-lhe, que neste blog recebo poucos comentários, mas a minha amiga tem sido um "sopro de frescura" desde que conheceu o blogue, agradeço muito e para mais sendo uma jovem e ter uns pais que lhe falaram de Fado, faça o favor de lhes dar um abraço fraterno.
Se precisar de algo o meu mail é marceneiro@sapo.pt.
Um beijinho
Vítor Marceneiro
De Ana MestreQuerido a 9 de Outubro de 2009 às 21:16
Querido Vitor , descvobri este cantinho e tenciono ficar por cá.
Eu é que agradeço o carinho com que fui recebida .

Ana Mestre

Comentar post

Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

feira da ladra

fernando farinha

fernando maurício

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

patriarca do fado

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags