Domingo, 30 de Abril de 2017

DIA MUNDIAL DOS TRABALHADORES - 1º de MAIO DE 2017

EM PORTUGAL NO 1º DE MAIO,  RELEMBRAMOS/DENUNCIAMOS  TAMBÉM,  O DIA DOS ESPOLIADOS DE PORTUGAL, O DIA DOS SEM ABRIGO, DAS CRIANÇAS POBRES E SEM ALIMENTOS

 

 

No dia do trabalhador, há 43 anos estávamos todos de braço dado, com um cravo ao peito, acreditando num futuro melhor....

 

16904141_qQWOJ.jpg

Hoje embora desiludidos, e na iminência da continuidade da austeriedade, exigida por uma EUROPA, cada vez mais à direita,   temos que dar as mãos e lutar por um futuro mais justo para todos os povos do Mundo Inteiro, e celebremos em todos os dias o dia do cidadão independentemente das raças ou credos de cada um.

Viva a Paz, Viva a Liberdade,

Viva a Democracia

 

 

1º de Maio – Dia Mundial do Trabalho

 

O Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889, por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu em 1º de Maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época. 

Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho desumanas a que eram submetidos e exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos entre os operários e a polícia.

Em memória dos mártires de Chicago, das reivindicações operárias que nesta cidade se desenvolveram em 1886 e por tudo o que esse dia significou na luta dos trabalhadores pelos seus direitos, servindo de exemplo para o mundo todo, o dia 1º de Maio foi instituído como o Dia Mundial do Trabalho. 

 

Contacto com o autor: clicando aqui
publicado por Vítor Marceneiro às 18:00
link do post | comentar | favorito
Sábado, 29 de Abril de 2017

MANUEL DE ALMEIDA - Fadista, autor e compositor

 

Deixou-nos há 21 anos e faria 95 anos hojese estivesss entre nós

Nasceu no ano de 1922 e faleceu a 3 de Dezembro de 1995.

Desde a sua partida que um grupo de amigos, encabeçados por Humberto Rosa a partir de  1996, tem vindo a organizar um jantar de confraternização, para lembrar e homenagear, na data do seu aniversário.

 

          O FADISTA... O AMIGO

                             MANUEL DE ALMEIDA

 

Uma monobiografia já publicada neste blog pode ser consultada em:   http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/60925.html

 

  

 
 
MANUEL DE ALMEIDA 
canta : Olhos Fatais
Letra de: Armando Neves
Música: Fado Bailado de Alfredo Marceneiro
 
  
 
Homenageado também hoje pelos poetas . 
  
Carlos Escobar:
  

Amigo... amigo ...

Falava no outro dia

Alguém que sonhou contigo

E dizia

O Manel !!!

O Manel foi aquele que sonhei

A voz, a graça, a humildade

O fado

O fado do Manel foi o fado da verdade

O homem !!!

O homem ... recordamos com saudade

Foi o homem que eu sonhei

No sonho ...

No sonho sonhei contigo

Amigo ... amigo...

  

  

 

Contacto com o autor: clicando aqui
publicado por Vítor Marceneiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 24 de Abril de 2017

25 de ABRIL - Renasceu a Esperança... MAS!?

Na realidade verifico que esta imagem de ano para ano, está mais desfocada!?

 

Com esta europa anti-democrática,  com esta direita liberal,

com estes capitalistas a gamarem e o povo a pagar,

como vai ser?

Vamos lá ver se a esquerda aguenta a reacção. Viva Portugal

 

 

 Foto de: Sérgio Guimarães
Foi um talentoso fotógrafo,ligado ao meio teatral, às artes plásticas.
O seu génio criativo e sentido de oportunidade é bem exemplificado nesta foto.
Sérgio Guimarães com esta foto ficará para sempre ligado à nossa História, ao 25 de Abril, ao Movimento dos Capitães.
Milhares de pessoas admiram esta foto, mas Infelizmente poucos conhecem o nome do seu autor.
Já se têm feito homenagens por muito menos.

   

 
Poema dito pelo seu autor, o saudoso poeta
FERNANDO PINTO RIBEIRO
 

Ao Novo Dia

 

Rebenta dos abismos às montanhas

o sangue que incendeia a madrugada

e um novo dia irrompe das entranhas

 da terra finalmente fecundada

 

Foices malhos enxadas e gadanhas

e punhos - semeando-se em rajada

contra lobos ocultos entre as brenhas -

­alevantam pendões de tudo-ou-nada

 

Acorda o novo dia. E desta vez

o sol nasce nas mãos do camponês

e põe-se na tigela do operário

 

Multiplicado o pão por quem o fez

não mais há-de ser hóstia que  burguês

consagre dando a fome por salário

 

 
Crónica actual.

ASSIM VAI PORTUGAL..

 

«O país perdeu a inteligência e a consciência moral.
Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada, os carácteres corrompidos.
A prática da vida tem por única direcção a conveniência.
          Não há princípio que não seja desmentido.
          Não há instituição que não seja escarnecida.
          Ninguém se respeita.
          Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos.
          Ninguém crê na honestidade dos homens públicos.
Alguns agiotas felizes exploram.
A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.
O povo está na miséria.
Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente.
O Estado é considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.
A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências.
Diz-se por toda a parte: o país está perdido!»

Contacto com o autor: clicando aqui
publicado por Vítor Marceneiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Abril de 2017

FELIZ PÁSCOA 2017

BOA PÁSCOA 

E ACIMA DE TUDO SEJAMOS FELIZES

 

 

 

O FADO É UM TESTEMUNNHO
O Fado não é apenas testemunho poético do drama histórico de um Povo.
Fado é Vida é Destino.
A tensão entre a Saudade e a Esperança, pertencem também a cada português, se é que não faz mesmo parte da condição humana.
Talvez o Fado não seja a força inevitável do destino, mas procure-se nele o sinal vivo da luta do Amor com a Morte.
O que há de mórbido na “alma” do Fado é as mil maneiras como nos prova que o coração se engana e é com a morte que se enleia quando busca o Amor.
Mas o Fado não abafa o sopro inquieto com que o homem se interroga sobre todos os horizontes e arde em anseios de Infinito.
Se Fado é vida e destino, também Jesus Cristo veio à Terra cumprir o seu Fado... o seu destino.
 
Mas, o Fado é acima de tudo é ....
 
UM ESTADO DE ALMA
 
SE O SANTO PADRE  FRANCISCO, SOUBER

O "SABOR" QUE O FADO TEM
 VEM DE ROMA A FÁTIMA
PODE CANTAR O FADO TAMBÉM

Contacto com o autor: clicando aqui
publicado por Vítor Marceneiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Site Portugues
Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

bairros de lisboa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

feira da ladra

fernando farinha

fernando maurício

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags