Sábado, 10 de Janeiro de 2015

Ana Sofia Magalhães

 

Nasceu no Porto, em Massarelos  há 29 anos até que aos 16 anos de idade, vem com sua mãe para o sul e passam a viver em S.Martinho do Porto.

A música sempre fez parte da sua vida, mas não era o fado a música das suas preferência, no entanto conhecia a existência de Amália Rodrigues  e era essa a sua noção de fado.

A mãe, uma  apaixonada por fado, passava os dias a cantarolar e a ouvir os velhinhos discos de vinil do Fernando Maurício, Fernanda Maria, Carlos Zel e outros tantos, fados que eu também ouvia, o que a leva sem mesmo se aperceber que começa a memorizar o que ouve.

Ana Magalhães não hesita ao afirmar que foram Amália Rodrigues e Fernanda Maria as suas fadistas de eleição.

Em 2007, numa noite de fados organizada pelo  fadista João Roque em S.Martinho do Porto,  entre desafios e brincadeiras, perde o medo e lá a convecm a cantar um fado! Foi uma experiência inesquecível ser acompanhada por guitarristas, de tal maneira que não mais conseguiu deixar de ter vontade de cantar.

Conheçe então a Adega do João, onde via com frequência, acompanhada pela mãe às Quintas- Feiras de Fado, e assim que começa a conhecer e a conviver  os diversos fadistas e guitarristas.
Em 2008,  foi a vencedora do primeiro concurso de fado realizado pela Junta de Freguesia de S.Domingos de Benfica, o que levou a que a convidassem para  representar esta freguesia, na Grande noite do fado de 2008.
Ana Magalães afirma com convicção que o fado já faz parte do seu ser, de tal maneira que não consigue manter-me muito tempo afastada, mas como é uma jovem com os pés bem assentes na "terra", e como as coisas estão actualmente, hoje em dia,  mais vale saber fazer um pouco de tudo e apostar em ser polivalente!

 

Ana Magalhães

canta: Contínua Saudade

Vasco Lima Couto/Fado Vitória


Contacto com o autor: clicando aqui
Viva Lisboa: Há sempre novos valores
música: Contínua Saudade
publicado por Vítor Marceneiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De David M a 30 de Agosto de 2011 às 14:07
Olá Vítor. Obrigado por ter aberto esta janelinha para nos vermos dentro do fado. Continuo a admirar o seu trabalho, de cujo isto é um bom exemplar. Abraço.

Comentar post

Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Site Portugues
Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

bairros de lisboa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

fernando farinha

fernando maurício

fernando pessoa

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags