Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Noites de São Bento -Fados nas Janelas da Casa da Amália - Historia da Rua de São Bento

 

HOJE DIA 23, SEXTA-FEIRA, TEMOS O GRANDE ACONTECIMENTO NACIONAL,  O GRANDE DESAFIO DE FUTEBOL ENTRE O PORTO E O BENFICA, QUE COMEÇA ÀS 20,15, NÃO SEI SE DÁ NA TELEVISÃO ABERTA, OU DAQUELA QUE É PAGA, MAS SEI QUE , É ELEMENTAR E DE BOM SENSO,  ADIAR  A HORA DO INÍCIO DO PROGRAMA DE FADOS " NOITES DE S. BENTO - FADOS ÀS JANELAS DA CASA DE AMÁLIA" PARA AS 22,30, PEDIMOS POR TAL FACTO DESCULPA.

QUE GANHE O MELHOR ( PARA MIM PARTICULARMENTE, QUE SEJA O BENFICA.-... EU SOU DE LISBOA, TÁ!"!!), E ENTÃO MESMO SEM O TRÂNSITO CONDICIONADO COMO FOI PROMETIDO PELA C.M.L., OS NOSSOS CONVIDADOS LÁ ESTARÃO PARA VOS CANTAR... COM TODA A ALMA E FERVOR, SÃO ELES O

 

JOÃO PAULO

E

 

HELENA SARMENTO

 

Afirmo com muita vaidade, que este blogue é o mais visitado quer em Portugal quer no estrangeiro, porque para além do fado falo de Lisboa ... da vida... Fado é destino, é um estdao de alma.

 

Aqui vai a história resumida da Rua de S. Bento.

 


O último troço da rua relativamente ao Rato é de construção mais recente do que o início do traçado junto ao Palácio da Flor da Murta.
Personalidades ilustres habitaram nesta rua. No número 672 viveu viveu e morreu Hintze Ribeiro, no número 187-189 prédio de esquina com a Rua de Santa Quitéria, viveu Domingos Vandelli professor de Pádua, convidado por Pombal para professor do Colégio dos Nobres e depois da Universidade de Coimbra; no número 458 nasceu, a 28 de Abril de 1810, Alexandre Herculano, e ali viveu durante muitos anos. Nesta rua teve também o Marechal Duque de Saldanha o seu quartel-general.
Além das já citadas personalidades ilustres, resta acrescentar uma bastante popular no século XX. Habitou o número 193 durante 44 anos onde morreu no dia 6 de Outubro de 1999. Trata-se, pois, da diva do fado Amália Rodrigues. Passados alguns anos, seu biografo e historiador Victor Pavão dos Santos, enviou uma petição à Camara Municipal de Lisboa, propondo parte da Rua de São Bento se chamasse Rua Amália Rodrigues, desde o Largo do Rato até à esquina da Rua de Santo Amaro englobando a sua habitação, hoje Casa - Museu de Amália.
Dois edifícios merecem aqui especial atenção. Um é a a actual Assembleia da República, antigo Convento dos frades Beneditos, cuja construção terminou no inicio do século XVII. Em 1833, por ordem do Duque de Bragança (D. Pedro), recebeu as transformações necesárias para nele se instalar as Câmaras dos Pares e dos Deputados.
Realizadas as obras reuniram-se ali pela primeira vez a 15 de Agosto de 1834.
O outro é o Palácio da Flor da Murta. Ali viveu D. Jorge de Menezes com sua mulher D. Luiza Clara de Portugal, célebre pela sua beleza. Teve uma filha de D. João V (D. Maria de Portugal) e outra do Duque de Lafões, D. Pedro de Bragança (D. Ana de Portugal). Este Palácio, com suas duas frentes,a principal e mais extensa na Rua do Poço dos Negros, e a lateral, com sua capela, no número 10, voltada para a Rua de São Bento. Palácio apenas com primeiro andar, prolongado pelo lado nascente no começo do século XIX, ostenta no cunhal um grande brasão esquartelado anterior aos Menezes.
A Rua de São Bento pertencia, em 1780, à freguesia de Santa Isabel, ao tempo a maior freguesia de Lisboa era a artéria mais distinta da freguesia. Nela residiam não só pessoas com apreciáveis recursos financeiros mas socialmente bem colocados. Segundo relatos populares havia ali um tipo de habitação singular, apreciada por famílias de elevada catagoria social. Era descrito como quarto, podendo distinguir-se o quarto grande ou pequeno, o quarto baixo ou o quarto nobre. Entre os diversos arrendatários ressaltam os nomes de um escrivão de dízimos e do Embaixador de Espanha. O primeiro residia em três quartos de uma propriedade; o segundo alugara uma habitação com dois quartos nobres e um conjunto de loja e segundo andar. O elevado valor que as rendas chegaram a atingir parece apontar para a boa qualidade e amplas dimensões destes espaços.
in: http://www.blogger.com/profile/05243427277154194603

 

 

Aqui podem ver o Arco da Rua de S. Bento.  que hoje está montado na Praça de Espanha, foto abaixo.

 

 

 

Contacto com o autor: clicando aqui
publicado por Vítor Marceneiro às 16:00
link do post | comentar | favorito
Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Site Portugues
Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

bairros de lisboa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

fernando farinha

fernando maurício

fernando pessoa

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags