Sábado, 21 de Julho de 2012

LUISA MELO - Guitarrista




Luísa de Melo, nossa compatriota está radicada há muito no Canadá, ama o Fado e a guitarra, é na  guitarra que vive o seu Fado.

Nasceu a 1 de Fevereiro  de 1955, em Vila do Porto na Ilha de Santa Maria, nos  Acores.

É casada  Dinis Semião de Melo, natural da  Ilha de S.Miguel  Acores, tem dois filhos nascidos no Canada, a  Sonya  e o Steve, que já lhe deu um neto.

Esteve em Lisboa de férias e ficámos amigos, e foi graças à sua iniciativa que fui convidado a ir ao Canadá - Mississagua, cantar, fiquei hospedado na sua casa onde me senti da família.

Pedi ao  poeta e escritor Euclides Cavaco, para escrever sobre esta grande senhora e guitarrista, que ele há muito conhece, para aqui lhe prestar uma sincera homenagem.

 

 

 

 

 

 

PERFIL DE UMA GUITARRISTA

                                                                   HISTÓRIA INVULGAR DE AMOR AO FADO E À GUITARRA

A guitarra portuguesa é sem dúvida um dos mais atraentes instrumentos musicais

que tem a virtude de ser a musa inspiradora de poetas e trovadores e muito peculiarmente dos talentosos intérpretes do nosso FADO, que dele fazem a Alma Portuguesa.

Inseparável companheira do FADO , tem sido dedilhada quase exclusivamente  por homens e, sem saber porque razão,  apenas muito raramente por senhoras.

É de facto esta singularidade que motivou este registo digno de destaque por nos apresentar a rara particularidade  de  uma  SENHORA GUITARRISTA, que para além do seu amor ao FADO e à guitarra ,

narra sobre essa sua paixão uma história que nos toca emocionalmente.

LUÍSA MELO, é o nome desta talentosa guitarrista , nascida em Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, Açores, que  ao expressar a sua afeição extremosa pelo FADO e pela guitarra portuguesa afirma ter nascido com o fado na alma cuja propensão herdara de seus pais.

Desde muito jovem que Luísa começou a ouvir o FADO através da rádio e desde tenra idade se sentiu atraída pela sua nostalgia criando com o FADO e com a guitarra uma verdadeira  afinidade que originou nela o ardente desejo de aprender a tocar guitarra. Todavia , as carências de recursos na sua terra natal não lhe permitiram lá consumar este seu sonho.

Em 1972  Luísa decide radicar-se no Canadá, trazendo na bagagem  a sua contínua paixão pelo FADO e pela guitarra que continuam inalteráveis almejando SEMPRE um dia  tornar-se guitarrista.

Já no Canadá , Luísa contactou então o guitarrista José Bairos, que lhe ensinou com muito carinho,  tudo o que sabia, abrindo assim as portas ao seu  tão  ambicionado desígnio.

Depois já com alguns conhecimentos de guitarra  tem a felicidade de encontrar na região de Toronto , o grande mestre e professor de guitarra António Amaro , que com a sua sapiência conseguiu dar asas ao  grande sonho

de Luísa, transformando-a na guitarrista que  hoje é. 

Concluída a aprendizagem , Luísa inicia então a acompanhar noites de FADO como guitarrista  e a fazer actuações púbicas em clubes e associações , tendo alcançado rapidamente  a admiração do público em geral

e  por mérito próprio conquistado alguns prémios e menções honrosas que muito têm prestigiado a sua carreira , entre os quais  se destaca um prémio especial que lhe fora atribuído pela Fundação do saudoso mestre da guitarra portuguesa Mariano do Rego.

Luísa tinha assim consumado o seu grande sonho, mas  o destino reservou-lhe um FADO MAIS TRISTE,

que é talvez o ponto fulcral de toda a  sua biografia.

No auge deste seu grande júbilo, Luísa é dramaticamente surpreendida com o diagnóstico de um cancro.

Em face desta pavorosa notícia, a sua vida toma então um novo rumo.  Obviamente triste e desmoralizada chegou mesmo a pensar  que tinha chegado o fim .  Mas Luísa acreditava contudo que a fé pode fazer mover montanhas ,  tal como acontecera com  a concretização do  sonho de ser guitarrista. 

Baseada nesta mesma filosofia, Luísa desafia a terrível doença sem NUNCA  desistir de poder curar-se , continuando abraçada à sua guitarra , dedilhando-a sempre como que um bálsamo,  com a convicção de que a sua fé e o amor à sua guitarra eram mais fortes do que a apavorante doença que a torturava. 

Quase como que  miraculosamente, Luísa acabou mesmo por recuperar da aterrorizadora doença,

atribuindo esta consequência à fé que a sua amada e inseparável guitarra lhe inspirou, à qual quase

religiosamente presta culto por lhe ter devolvido a vida e a alegria de viver.  

Esta é pois a invulgar  biografia da guitarrista  Luísa Melo, cuja paixão pela guitarra e pelo FADO, 

motivaram nela a coragem que a levou à vitória. Luísa  expressa assim com ênfase o seu  sentimento:

Existem momentos na vida em que as palavras não revelam o que o coração triste sente e, neste momento o meu revela a alegria que me domina em poder continuar a tocar a minha guitarra. A fé NUNCA me abandonou.

Lutei e venci. Quando a morte chegar morro feliz porque realizei o meu sonho: O FADO A GUITARRA E EU.

 

Texto do Poeta e Escitor Euclides Cavaco

 

 

 

 

Video-Clip de Américo- paujormay 


Contacto com o autor: clicando aqui
Viva Lisboa:
publicado por Vítor Marceneiro às 12:00
link do post | comentar | favorito
Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Site Portugues
Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

bairros de lisboa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

fernando farinha

fernando maurício

fernando pessoa

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags