Segunda-feira, 1 de Janeiro de 2007

Vítor Duarte Marceneiro - Perfil

 

 

VÍTOR  DUARTE MARCENEIRO (a tradição impôs o apelido Marceneiro), entrecruza-se com o Fado, através da sua descendência.  Filho de Alfredo Duarte Júnior, o fadista bailarino, e neto de uma das figuras nucleares do Fado, Alfredo Marceneiro, Vítor Duarte cedo se habitua aos percursos e convívios fadistas.

Fica órfão de mãe dos 5 para os 6 anos e passa a viver com os avós paternos. Aos sábados com 10 anos, já acompanhava o avô ou o pai aos espaços fadistas, e as "passeatas" por Alfama ou Bairro Alto. Faz o Curso Industrial e seguidamente o Curso de Engº. Técnico de Máquinas, que exerceu no ramo automóvel. Porém, afirma, nunca se sentiu pressionado para seguir qualquer carreira no Fado. Só aos 21 anos, este filho do bairro de Alcântara, cantou pela primeira vez em público. Teve ainda uma curta experiência no Restaurante Típico Luso ao lado de Tristão da Silva, Augusta Ermida e Plínio Sérgio, e gravou com o avô e o pai para duas discográficas. Seguirá aliás uma outra carreira profissional que abandonará, após o serviço militar,  para se dedicar ao cinema e à televisão. Será produtor executivo na Cinegra até Abril de 1974. Como independente, foi produtor e realizador do jornal cinematográfico "Bric à Brac" e de vários documentários e filmes de publicidade. Em 1975 integra os quadros do Instituto Português de Cinema como Chefe de Produção, mais tarde exerce em simultâneo as funções de operador de som, e posteriormente assume a direcção de som, aliás como bolseiro licenciou-se em engenharia de som. Foi ainda realizador de documentários e de filmes de publicidade.

Correspondente das televisões CBS e ARD, em 1979 foi produtor e director de som do programa da RTP 1, "Marceneiro - Três Gerações de Fado", o último registo em filme de Alfredo Marceneiro. Descobre assim  o  interesse  por uma outra faceta a cantar, em vários espectáculos e programas de televisão, até em 1995 editar o seu primeiro livro: "Recordar Alfredo Marceneiro", a que se seguiu em 2001, "Marceneiro - Os Fados que ele cantou" e,   em   2004,   "Recordar   Hermínia   Silva",  em 2011  “O Patriarca do Fado – Alfredo Marceneiro”.

Foi produtor de várias gravações fonográficas quer do avô quer do pai.

Realiza várias conferências sobre temas e figuras fadistas, nomeadamente o seu avô, mas também Hermínia Silva, Berta Cardoso, Manuel de Almeida, entre outros.

Está empenhado desde há alguns anos para em colocar Lisboa no Guinness Book como "A cidade mais cantada no mundo". No âmbito deste seu intento mantém activo desde 2007 o blogue: http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt onde divulga as suas investigações, nomeadamente fixando biografias de vários fadistas, poetas e músicos de fado, para além de referenciar as diferentes temáticas fadistas.

Faz palestras sobre Fado destacando-se Universidade de Toronto, Universidade dos Açores, Escolas  Secundárias, colectividades,  Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia, no Museu do Fado, etc.

Canta com alguma frequência em espectáculos e em televisão.

Em 2008 foi galardoado pela Fundação Amália Rodrigues com o prémio  ENSAIO/DIVULGAÇÃO. quer pelos seus livros quer pelo seu blogue, que é indiscutivelmente o mais consultado em todo o mundo, sendo considerado unanimemente de "fonte segura"

È membro da:

Associação dos Amigos do Fado de Benavente

Sociedade Portuguesa de Autores

GDA – Direitos dos Artistas

É membro do Conselho Consultivo da Administração da Fundação Amália Rodrigues.

E Director executivo e sócio fundador da Associação Cultural de Fado "Patriarca do Fado", que homenageia Alfredo Marceneiro.



Contacto com o autor: clicando aqui
publicado por Vítor Marceneiro às 00:53
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Eulalia gonçalves a 12 de Julho de 2015 às 18:53
Sou pintora ( ou iniciante de) e preparo uma exposição dedicada ao Fado. Descobri hoje e aqui o nome Cesária. Que nomes, que historias, que locais, considera importantes para me ajudarem a conseguir algo que a minha maneira modesta homenageasse a canção nacional???
muito obrigada desde já.
De Eulalia gonçalves a 12 de Julho de 2015 às 18:57
As minhas desculpas pelo comentário anterior por ser precipitado. O seu blog é a resposta mais que completa.Parabens e simultaneamente bem haja pelo precioso trabalho.
Um abraço fadista
De Vítor Marceneiro a 13 de Julho de 2015 às 21:45
Cara Eulália, ia mesmo responder-lhe que o meu blogue a poderá ajudar, mas estou á sua disposição para o que mais necessitar 965240817, pois tenho muito gosto no acervo iconográfico sobre o Fado e sobre Lisboa
Cumprimentos
Vítor Marceneiro
De Eulalia gonçalves a 14 de Julho de 2015 às 18:12
Muitíssimo obrigada !! Poderá fazer o favor de me facilitar também o e-mail??? Sem querer abusar mas já agora.... :)
os meus cumprimentos
E.
De Vítor Marceneiro a 15 de Julho de 2015 às 21:35
marceneiro@sapo.pt
De Anónimo a 16 de Agosto de 2016 às 10:47
PARABÉNS pelo perfil e pela carreia, por tanta dedicação ao fado, a Lisboa e á arte e ás três gerações fadistas de que faz parte. gosto do seu avô gosto de si mas o seu pai e a sua maneira de cantar adoro. Desejo muita saúde e a realização de todos os projetos. Lidia Reis
De Vítor Marceneiro a 16 de Agosto de 2016 às 13:31
Minha amiga Lidia Reis fiquei muito sensibilizado com o seu comentário, muito obrigado.
Beijos
Vítor Duarte Marceneiro

Comentar post

Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Site Portugues
Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

bairros de lisboa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

fernando farinha

fernando maurício

fernando pessoa

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags