Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

JOSÉ COELHO

JOSÉ COELHO

Era um dos nomes do cartaz do Retiro da Severa quando Amália se estreou. Com a fadista apresentou-se também pela primeira vez no Coliseu dos Recreios do Porto. Entre os seus êxitos refiram-se as suas criações «Eu gosto daquela feia», «Alerta!», «Pecados quem os não tem», «Sexta-feira da Paixão» e «Passei ontem em Alcobaça». Participou em vários progra­mas radiofónicos, nomeadamente da Rádio Graça, Peninsular e Clube de Lisboa. Preso político em Caxias, deixa Lisboa para se radicar em Bengue!a, onde organiza várias noites de fado e recebe colegas sempre que es­tes passavam por aquele ci­dade angolana.

Gravou apenas dois dis­cos, um EP para a CBS com os

fados «Gosto daquela feia», «É tão triste não te ver», «Lábios carminados» e «Quadras sol­tas», e já na década de 1980 participa num LP com outros nomes da sua geração (Frutuoso França, Júlio Vietas, Manuel Calisto, Gabino Ferreira e Júlio Pe­res) intitulado O Fado da Velha Guarda (Riso&Ritmo).

Natural de Lisboa, onde nasceu a 23 de Novembro de 1914, faleceu na mesma cidade a 9 de Janeiro de 1992, tendo reto­mado esparsamente a carreira artística, quer na década de 1970 à frente do Solar da Madragoa, onde tinha já actuado na década de 1960, para gáudio dos fãs que deixara em Lisboa, quer em espectáculos nos arredores de Lisboa com o mesmo grupo de fadistas com que gravara o LP.

Além do Retiro da Severa, José Coelho, até à década de 1950, antes de partir para Angola em Agosto de 1949, cantou no Ca­fé Luso, Os Marialvas do Fado, Casablanca, Café Mondego, Ca­fé Latino e o Retiro da Severa.

In: “Amália” de Nuno de Almeida Coelho

 

José Coelho canta:

É Feia Mas Gosto Dela

Letra de Albino Paiva

Música de Júlio Proença

Fadistas da Velha Guarda

= JÚLIO PERES = JÚLIO VIEITAS = FRUTUOSO FRANÇA = GABINO FERREIRA = JOSÉ COELHO E MANUEL CALISTO

Contacto com o autor: clicando aqui
música: É Feia Mas Gosto Dela
publicado por Vítor Marceneiro às 22:09
link do post | comentar | favorito
17 comentários:
De Maria Alves a 28 de Setembro de 2007 às 14:50
Obrigado por nos dar a conhecer um tão grande fadistas! Esta gravação é de quando? Gostei imenso de ouvi-la.
De Vítor Marceneiro a 28 de Setembro de 2007 às 14:53
Cara Amiga
Obrigado pela sua visita ao blog.
Lamento neste momento não lhe dizer a data exacta, mas<penso que foi nos finais dos anos 60. Vítor Marceneiro
De Nuno Almeida Coelho a 9 de Outubro de 2007 às 23:41
A gravação, salvo melhor informação, data de 1986. Já todos tinham uma respeitável idade. A editora original foi a Riso e Ritmo, este LP foi integrado num CD da Movieplay Portuguesa com o mesmo título mas incluindo outras vozes também, com diferenças geracionais.
De Maria Luisa Castanheira a 28 de Setembro de 2007 às 19:57
Caro Senhor
Colocar José Coelho na sequência de post anteriores e da sua humildade em reconhecer que não conhecia, revela grande inteligência e capacidade de pesquisa e empenho. Que quando o homem quer a obra nasce, como escreveu o poeta. Muito obrigado. Parabéns. Já agora onde encontrou esta biografia da Amália e qual a editora?
De Vítor Marceneiro a 29 de Setembro de 2007 às 00:53
Planeta DE Agostini é o editor do livro.
O mérito é das filhas e de um neto que conheço e que tinham o material.
Mas foi com muito gosto que fiquei a saber quem era este excelente fadista , e com pena de não o ter conhecido mais cedo e pessoalmente, mas aí devo dizer o que já disse aos familiares, já me deviam ter dito, pensavam que me estavam a maçar, ora para que serve este blog, falar de Fado de Lisboa da Amizade e acima de tudo modéstia, que também tento ter, mas quando toca falar dos meus, todo eu sou "vaidoso/orgulhoso, dos meus e das minhas origens".
Um abraço
Vítor
De Pedro Froes a 28 de Setembro de 2007 às 20:01
Que magnífica dicção e voz clara! Fadistas destes já não há! E viva o fado. Já agorasabe onde encontrar CD deste fadista?
De Vítor Marceneiro a 29 de Setembro de 2007 às 00:56
Não sei se há CD, quem me forneceu foi um grande amante do Fado e grande coleccionador do Porto, de seu nome Fernado Batista, que me arranjou o tema tirado de um LP.
De aideuseue@yahoo.com a 29 de Setembro de 2007 às 01:50
Caro Vítor, parabéns! Muitos paarbéns. José Coelho foi um grande na sua época. Na década de 1940 foi considerado uma esperança do Fado, aliás primeira figura. Foi com ele que Amália foi a 1ª vez ao Porto, no Sá da Bandeira.
De Vítor Marceneiro a 29 de Setembro de 2007 às 07:17
Meu caro amigo.
Mais uma vez quero frisar que os créditos não são meus, pois o texto é como está mencionado, de Nuno de Almeida Coelho, a foto foi cedida por uma filha, e a música por uma amante de Fado e grande coleccionador da cidade do Porto, de seu nome Fernando Baptista, que muito contribuí para este projecto.
A data do disco como disse não tenho a certeza, mas penso que quer a filha ou o neto em breve, rectificarão esse pormenor, e pode até ser que nos dêem mais pormenores sobre José Coelho.
Um abraço
Vítor Marceneiro
De Pedro Faria a 5 de Outubro de 2007 às 18:51
Gostei de ter descoberto esta voz. Grande senhor. Parabéens a toda a equipa.
De Manuel Fernandes a 9 de Outubro de 2007 às 23:52
Caro Marceneiro onde vai encontrar estas vozes? Parabéns!
De Josué Antunes a 19 de Outubro de 2007 às 10:56
Vejo com assisuidade o seu trabalho, segui a "polémica" sobre José Coelho, e a forma como o senhor tratou o assunto, como um SENHOR.... veriquei que afinal os familiares eram seus amigos e nada lhe diziam, hoje peço-lhe licença para copiar o texto que publicou sobre esta figura, que no meio do fado era muito pouco conhecido, mas que agora toda a gente fala, enviaram-me um link para visitar um site sobre fado, anúncio com pompa e circunstancia, fui ver, e deparei com um trabalho sem qualquer mérito (para além do mérito de falar de fado), mas altamente elogiado, pelos próprios familiares, que afinal nem se identificam como tal, assim vou lá por o texto publicado por si.
Se quizer ir ver é no WWW.FADO CRAVO.COM
Josué
De Vítor Marceneiro a 19 de Outubro de 2007 às 12:13
Caro Sr. Josué.
Admito as suas opiniões, mas permita-me que lhe rectifique o seguinte.
Para mim tudo o que se fala de Fado, é importante, não tenho tempo nem vou ver outos blogs, ou sites excepto quando me chamam à atenção como foi agora o caso.
Pela minha parte não há qualquer razão para ressentimentos , Maria Ofélia é uma mulher que sabe e gosta muito de Fado, para tal vou já dar destaque mais uma vez ao seu site.
Vítor Marceneiro
De Ricardo Santos a 6 de Novembro de 2007 às 20:41
Ninguém o conhecia, não está em nenhuma antologia mas vá lá saber-se porquê é motivo de guerra entre blogs. Afinal quem é este Zé?
Este texto está entendível, ao contrário de outros neste blog.
De Vítor Marceneiro a 6 de Novembro de 2007 às 21:26
Este nem lhe respondo porque hoje estou bem disposto, você está farto de saber que eu sei as voltas que dá para chegar onde quer, os outros textos estão assim tão maus ?
Este tem que estar muito bom foi escrito p+or um Jornalista.
Espero que já conheça o poema de Carlos Conde - CONCEITO
De Fernando a 27 de Março de 2008 às 01:59
onde posso encontrar a letra do fado "é feia mas eu gosto dela"..
Alguem ajuda?
obgdo
De Vítor Marceneiro a 28 de Março de 2008 às 00:44
Caro amigo
Queira pedir por mail a apaf@netcabo.pt., trata-se da Associação Portuguesa dos Amigos do Fado, da qual eu faço parte, e por coincidência também familiares de José Coelho, e ser-lhe-á enviado o referido poema.
Um abraço fadista
Vítor Marceneiro

Comentar post

Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Agosto 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

feira da ladra

fernando farinha

fernando maurício

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

patriarca do fado

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags