Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015

DOMINGOS CAMARINHA - Guitarrista

DOMINGOS AUGUSTO CAMARINHA, nasceu em Lisboa, na freguesia da Graça, em 1915, um bairro onde o fado era cultivado com fervor.
Influenciado pelo pai, que "arranhava" a guitarra, aos oito anos Domingos Camarinha já tocava correcta¬mente o Fado Corrido e, aos 23, tornou-se guitarrista profissional pela mão de Salvador Gomes, sem prejuízo da sua actividade básica de empregado de balcão, que exerceu desde os 11 aos 47 anos de idade.
Apresentando-se pela primeira vez num espectáculo público em 1938, teve ocasião de actuar depois no Retiro da Severa, onde substituiu durante alguns dias Armandinho. A partir de então e até final da sua carreira, actuou em diversos locais,  no Café Mondego, Solar da Alegria, Café Latino, Café Vera Cruz, Café Monumental, Café Luso (da Travessa da Queimada), na Adega da Lucília (onde substituiu Carlos Ramos, que então ainda não cantava), n' A Severa, Viela, e, por último, na Lisboa à Noite.
Esteve em Paris onde actuou nas casas típicas Fado (de Clara de Ovar), Au Portugal e Cour du Miracle (de Hélder António).
Entre 1944 e 1948, no Rádio Clube Português teve um programa de guitarradas com Salvador Gomes e Amadeu Ramin. Gravou com Santos Moreira um programa de variações na BBC de Londres. Com Américo Silva gravou uma música, de sua autoria, para um programa de propaganda do Vinho do Porto Offley, que foi transmitido pelas emissoras Rádio Andorra, Rádio Monte Carlo e Rádio Luxemburgo. Participou ainda nos filmes, Amantes do Tejo com Jaime Santos e Santos Moreira, Sangue Toureiro e Fado Corrido com Santos Moreira.
Foi durante quatro anos guitarrista privativo de Fernando Farinha, com quem fez várias deslocações ao estrangeiro.
.

 

 Com Amália Rodrigues

 

Entre 1954 e 1966 acompanhou Amália Rodrigues percorrendo com ela praticamente toda a Europa, bem como a África, Ásia Menor, América do Norte e Brasil. .
Executante com um estilo próprio, Domingos Camarinha foi também autor de considerável número de músicas de fados, dos quais se mencionam os seguintes: Fado dos Bailaricos (quadras soltas) e Cuidado Coração (letra do Dr. Leonel Neves), gravados por Amália Rodrigues; Espaço no Coração, Fado Carvalheira, Olhos Felizes (Fado Alcochete) e Prédio em Ruínas (letras de Femanda Maria) gravados por esta; Embalando o Menino, Mundo de Sonhos e Verde Mar (letras de Odete Mendes) interpretados por esta; Eu Tenho Tanta Saudade, Outros Tempos e Outro Fado (letras de Natália dos Anjos) interpretados por esta; Fado Ana (quadras soltas) gravado por Natalina Bizarro; Não Voltes, Porque Eu Não Quero e Triste Morada (letras de Jorge Rosa) interpretados por Beatriz Ferreira; Eu Faço o Que Quero (letra de António Domingos Abreu Rocha, interpretado por Paula Monteiro; Sol de Agosto (letra de Jorge Rosa) gravado por Maria da Fé; Maria Dolores (letra de João Dias) interpretado por Augusto Ermida; A Camélia dos Jornais, Este Mundo Não Presta, Sua Alteza a Canção, Falar - Falar Só Falar, Será Que Não Vale a Pena? (letras de Fernando Farinha) gravados por este; Aquela Velhinha Triste (letra de Luís Simão) e Quem Errou? (letra de António Domingos Abreu Rocha) interpretados por este; Hoje Apetece-me Farra, Não Mintas e Maria de Alfama (letras de Jorge Rosa) gravados por António Mourão; Velas Brancas (letra de Lopes Victor) interpretado por Sérgio; Tu És Mãe (letra de João Alberto) interpretado por Francisco Martinho.
São ainda composições de Domingos Camarinha o Fado Edite, Fado Jorge, Fado Lírio, Fado Meu Irmão, Fado Morgadinho, Fado Neta, Fado Plebeu, Fado Record, Fado Turquesa, Noites do Meu Bairro (marcha), Marcha do Camarinha (interpretação de Artur Batalha), Corridinho Farense ou Flor de Amendoeira, Cantares Portugueses, Variações em Lá Menor, Variações em Ré Menor, Variações em Sol, Variações em Si, Variações Sobre o Fado Corrido, Murmúrios do Mondego, Motivos sobre o Fado, Guitarra ao Luar e Guitarra Triste, composições gravadas em disco que documentam bem o seu talento musical que tanto contribuiu para o prestigio do Fado.
Este notável guitarrista, afastou-se da vida artística por motivos de saúde, em 1982, vindo a falecer em 1993, aos 78 anos.

 

Contacto com o autor: clicando aqui
Viva Lisboa: Grande executante de guitarra
publicado por Vítor Marceneiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Site Portugues
Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

bairros de lisboa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

fernando farinha

fernando maurício

fernando pessoa

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags