Sábado, 6 de Fevereiro de 2016

FERNANDA MARIA

Maria Fernanda Cavalheira dos Santos (Fernanda Maria), nasceu em Lisboa no dia 6 de Fevereiro de 1937, Embora seus pais vivessem na Mouraria, foi registada na freguesia do Socorro, isto porque, sua mãe teve um principio de parto difícil e teve que ser internada no Hospital de S. José, e foi aí que ela nasceu.
Os pais gente humilde e de poucos recursos financeiros, viviam com muitas dificuldades, a mãe tinha que trabalhar e já desde muito pequena ficava em casa e como tinha muito jeito para cantar, fazia o regalo das vizinhas.
O seu gosto por cantar estava ligado ao Fado, era a musica que mais ouvia na rádio, aprendia as letras e logo as cantava, o seu ídolo era Amália Rodrigues a quem ouviu cantar o Fado “Maria Severa”, que foi o primeiro Fado que cantou com acompanhamento de guitarra e viola.
Ao doze anos como era hábito na altura depois de acabar a escola primária, decide procurar emprego e é admitida como empregada de mesas na Parreirinha de Alfama, onde o seu jeito para cantar não passa despercebido e é rara a noite que não canta, sendo sempre muito aplaudida.
Aos 15 anos decide concorrer ao quadro de artistas da Emissora Nacional, ficou apurada mas teve de deixar o emprego na Parreirinha de Alfama, e esteve durante cinco anos em exclusivo para a E.N.
Fernanda Maria foi sempre muito chegada à mãe e como esta ficou sozinha, decide ficar com ela a seu cargo e tem necessidade de arranjar outro emprego para fazer face às despesas. Como já tem um currículum apreciável, apresenta-se e é contratada para o elenco na “ A Severa” no Bairro Alto, ao lado de Alfredo Duarte Júnior, Saudade dos Santos e outros.
Grava vários discos a solo e grava à desgarrada com Alfredo Duarte Júnior e com Alfredo Marceneiro, que foram, e ainda são, grandes êxitos.
Foi convidada como atracção para o Teatro ABC, e fez vários programas para a RTP e continua a ser solicitada pela Emissora Nacional.
Em 1964 é agraciada pela Casa da Imprensa como a “Melhor Fadista do Ano”.
Realiza um dos seus sonhos,  ser proprietária de um restaurante típico,  e assim abre no Bairro Alto o “Lisboa à Noite”.
Fernanda Maria foi casada com o empresário Romão Martins, que infelizmente já não está entre nós.
Fernanda Maria, voz nostálgica, impregnada de sentimento, de saudade, de tragédia e nostalgia, voz que chega aos nossos corações, pois é também uma voz bem timbrada que nos atrai e seduz, é uma mulher com garra e convicções, é bem uma “Castiça Cantadeira de Fados” qualidades que infelizmente vem sendo difícil de encontrar, porque a Alma de Cantadeira de Fados, não é um exercício nem uma aprendizagem, é um dom que Deus dá,  a alguns.
Tenho o grato prazer de conhecer Fernanda Maria desde miúdo, foi a par com mais duas ou três grandes “Senhoras do Fado” hoje “DIVAS”, que me marcaram na minha infância, e que perdura até hoje

  

 Fernanda Maria

Canta: Não passes com ela à minha rua

Fado Alberto

 

 

 

Fernanda Maria

Poema de Carlos Conde

 

Quando a Fernanda Maria

Canta o que sabe cantar,

Pôe na voz toda a magia

Que o fado tem p´ra nos dar!

 

E ao coar pela garganta

Essa toada dolente,

Sabe sentir o que canta

Porque só canta o que sente!

 

P´la voz que a todos seduz

Tem o nome consagrado,

De uma estrela que reluz

No firmamento do Fado!

 

 

 

Contacto com o autor: clicando aqui
Viva Lisboa: Uma das maiores fadistas
música: Não passes com ela à minha rua
publicado por Vítor Marceneiro às 00:00
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De paulo fernando a 24 de Abril de 2011 às 04:56
Tenho saudades MUITAS de si. Kuando como locutor no Radio Universidade em 1957 a entrevistei nasceu em mim por si uma enorme admiracao.Mais tarde, ja profissional no RCP os seus discos faziam parte do meu dia a dia e,mais tarde noite a noite fui assiduo frequentador da sua casa de fados onde actuava alem de outros amigos o saudoso Manel \"ciclista\" Almeida... Que é feito de si? Um beijo do seu PAULO FERNANDO

Comentar post

Clique aqui para se inscrever na
Associação Cultural de Fado

"O Patriarca do Fado"
Clique na Foto para ver o meu perfil!

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Aguarelas gentilmente cedidas por MESTRE REAL BORDALO. Proibida a sua reprodução

tags

10 anos de saudade

2008

50 anos de televisão

ada de castro

adega machado

adelina ramos

alberto ribeiro

alcindo de carvalho

alcino frazão

aldina duarte

alfredo correeiro

alfredo duarte jr

alfredo duarte jr.

alfredo duarte júnior

alfredo marcemeiro

alfredo marceneiro

alice maria

amália

amália no luso

amália rodrigues

américo pereira

amigos

ana rosmaninho

angra do heroísmo

anita guerreiro

antónio dos santos

antónio melo correia

antónio parreira

argentina santos

armanda ferreira

armandinho

armando boaventura

armando machado

arménio de melo - guitarrista

artur ribeiro

árvore de natal

ary dos santos

aurélio da paz dos reis

avelino de sousa

beatriz costa

beatriz da conceição

berta cardoso

carlos conde

carlos escobar

carlos zel

dia da mãe

dia do trabalhador

euclides cavaco

fadista

fado

fado bailado

fados da minha vida

fados de lisboa

feira da ladra

fernando farinha

fernando maurício

florência

gabino ferreira

guitarra portuguesa

guitarrista

helena sarmento

hermínia silva

herminia silva

joão braga

josé afonso

júlia florista

linhares barbosa

lisboa

lisboa no guiness

lucília do carmo

magusto

manuel fernandes

marchas populares

maria da fé

maria josé praça

maria teresa de noronha

max

mercado da ribeira

miguel ramos

noites de s. bento

oficios de rua

óleos real bordalo

paquito

patriarca do fado

porta de s. vicente ou da mouraria

pregões de lisboa

raul nery

real bordalo

santo antónio de lisboa

santos populares

são martinho

teresa silva carvalho

tereza tarouca

tristão da silva

vasco rafael

vítor duarte marceneiro

vitor duarte marceneiro

vítor marceneiro

vitor marceneiro

zeca afonso

todas as tags